Como cuidar de cactos: Tudo o que você precisa saber!

como cuidar de cactos

Aprenda como cuidar de cactos, montar seu vaso, cuidados com a planta e outras curiosidades para que finalmente você consiga vê-lo florir.

Continua após a publicidade..

Manual para você aprender como cuidar de cactos de forma correta.

O que são cactos?

Os cactos são plantas suculentas pertencentes à família das Cactaceae, conhecidas por sua capacidade de armazenar água em seus talos e folhas grossas.

Continua após a publicidade..

São plantas nativas das Américas, especialmente das regiões áridas e semiáridas, como desertos e zonas áridas do continente americano.

Os cactos possuem adaptações especiais que permitem que sobrevivam em ambientes extremamente secos, como espinhos em vez de folhas, capacidade de armazenar água por longos períodos e flores chamativas.

Continua após a publicidade..

Existem muitas espécies diferentes de cactos, com uma grande variedade de formas, tamanhos e cores. Alguns cactos também são apreciados como plantas ornamentais devido à sua beleza e facilidade de cuidado.

Bom, parece meio obvio o que é essa planta mas, queremos ser um pouco técnicos nesse nossa caminho a descoberta de como cuidar de cactos.

Qual a diferença entre cactos e suculentas?

Os cactos são um tipo de planta suculenta, mas nem todas as suculentas são cactos. A principal diferença entre cactos e suculentas está na família botânica a que pertencem.

Os cactos pertencem à família Cactaceae, enquanto as suculentas são um grupo mais amplo de plantas que armazenam água em suas folhas, caules ou raízes para sobreviver em ambientes áridos.

Embora os cactos sejam considerados suculentas, eles possuem características específicas que os distinguem de outras suculentas.

Por exemplo, os cactos geralmente têm estruturas conhecidas como aréolas, de onde crescem espinhos, enquanto muitas outras suculentas não têm essa característica.

Além disso, os cactos são nativos das Américas, especialmente de regiões áridas, enquanto as suculentas podem ser encontradas em diversos habitats ao redor do mundo.

Em resumo, todos os cactos são suculentas, mas nem todas as suculentas são cactos. Isso é importante no nossa trajeto para aprender como cuidar de cactos.

É possível colorir cactos como acontece com as suculentas? 

Agora que muita gente faz isso mas, não é recomendado. Por isso, se deseja realmente como cuidar de cactos, leia tudo direitinho.

Não é recomendado colorir cactos pois isso pode ser prejudicial para a saúde da planta. A prática de colorir suculentas envolve a injeção de corantes artificiais nas folhas, o que pode danificar a planta e comprometer sua capacidade de realizar a fotossíntese.

Além disso, se você esta aprendendo á como cuidar de cactos, saiba que o processo de coloração pode aumentar o estresse da planta, tornando-a mais vulnerável a doenças e outros problemas de saúde. Portanto, é melhor apreciar a beleza natural dos cactos e suculentas em sua cor original.

Como cuidar de cactos afinal?

Nesse trecho vou colocar de forma mais resumida pois, apesar da diversidade de espécies, o modo é praticamente igual quando falamos de como cuidar de cactos.

Os cactos são plantas suculentas que requerem cuidados específicos para crescerem saudáveis. Aqui estão algumas dicas para cuidar dos cactos:

  • Solo: Os cactos precisam de solo bem drenado para evitar o acúmulo de água em suas raízes. Use uma mistura específica para cactos ou adicione areia grossa ou perlita ao solo para melhorar a drenagem.
  • Luz: Os cactos precisam de muita luz solar direta para prosperar. Coloque seus cactos em um local onde recebam pelo menos 6 horas de luz solar por dia.
  • Rega: Os cactos são plantas suculentas e armazenam água em suas folhas e caules. Regue os cactos apenas quando o solo estiver completamente seco. Evite regar em excesso, pois isso pode levar ao apodrecimento das raízes.
  • Temperatura: A maioria dos cactos prefere temperaturas quentes e toleram bem o calor. Proteja os cactos de temperaturas abaixo de 10°C, pois eles são sensíveis ao frio.
  • Fertilização: Fertilize os cactos uma vez por mês durante a primavera e o verão com um fertilizante específico para cactos, diluído pela metade.
  • Transplante: Transplante os cactos para um vaso maior a cada dois anos, substituindo o solo antigo por um novo substrato.
  • Proteção: Proteja os cactos de pragas como cochonilhas e pulgões, verificando regularmente as plantas em busca de sinais de infestação.

Seguindo essas dicas básicas, você poderá entenderá como cuidar de cactos e desfrutar de sua beleza por muitos anos. Agora, vamos ser mais práticos e especificos.

Como preparar um vaso para plantar um cacto?

Preparar o vaso corretamente é fundamental para o entendimento de como cuidar de cactos. Aqui estão algumas etapas para preparar um vaso de forma adequada:

  • Escolha do vaso: Escolha um vaso de cerâmica ou barro com furos de drenagem. O vaso deve ser do tamanho adequado para o cacto, permitindo espaço suficiente para o crescimento das raízes.
  • Camada de drenagem: Coloque uma camada de cascalho, argila expandida ou pedras no fundo do vaso para garantir uma boa drenagem. Isso evita que as raízes do cacto fiquem encharcadas e apodreçam.
  • Substrato: Use uma mistura específica para cactos ou prepare seu próprio substrato misturando terra para cactos com areia grossa ou perlita. Certifique-se de que o substrato seja bem drenado para evitar o acúmulo de água.
  • Transplante: Remova com cuidado o cacto de seu vaso anterior, sacudindo o excesso de solo das raízes. Coloque o cacto no novo vaso, adicionando mais substrato ao redor das raízes e pressionando suavemente para fixá-lo.
  • Cobertura: Adicione uma camada fina de cascalho, pedrinhas ou musgo na superfície do substrato para ajudar a reter a umidade e evitar que as raízes fiquem expostas.
  • Luz e rega: Coloque o vaso em um local que receba luz solar direta e regue o cacto apenas quando o solo estiver completamente seco. Evite regar em excesso para não causar apodrecimento das raízes.

Ao preparar o vaso corretamente e fornecer os cuidados adequados, seu cacto poderá crescer saudável e feliz em seu novo lar. Ou seja, entender esse processo é fundamental para aprender á como cuidar de cactos.

É possível fazer muda de cacto? Como propagar um cacto corretamente?

Sim, é possível fazer mudas de cactos através de técnicas de propagação adequadas. Aqui estão algumas maneiras comuns de propagar cactos:

  • Estacas de caule: Corte um pedaço do caule do cacto e deixe-o cicatrizar por alguns dias. Em seguida, plante a estaca em um solo bem drenado e regue moderadamente. Com o tempo, a estaca irá enraizar e formar uma nova planta.
  • Mudas de folhas: Alguns tipos de cactos podem ser propagados a partir de folhas. Remova uma folha saudável do cacto, deixe-a cicatrizar por alguns dias e plante-a em um solo leve e bem drenado. Mantenha o solo levemente úmido e a nova planta eventualmente brotará.
  • Divisão de touceira: Alguns cactos formam touceiras de caules que podem ser divididas para propagar novas plantas. Cuidadosamente separe as partes da touceira e plante-as em vasos individuais com solo apropriado.
  • Sementes: A propagação por sementes é outra opção, mas pode ser um processo mais demorado e desafiador. Plante as sementes em um solo específico para cactos e mantenha o solo levemente úmido até que as mudas germinem.

Independentemente do método escolhido, é importante fornecer condições adequadas de luz, água e nutrientes para garantir o sucesso na propagação dos cactos. Além disso, tenha em mente que o processo de propagação de cactos pode ser lento, então seja paciente e cuide bem das mudas até que cresçam e se desenvolvam.

Veja que para aprender á como cuidar de cactos é necessário dedicação mas, ao mesmo tempo é muito prazeroso.

Como combater as principais pragas dos cactos?

Agora, vamos falar de uma assunto que gera muitas dúvidas na hora de entender á como cuidar de cactos: a tal das pragas.

Algumas das principais pragas que podem afetar os cactos são cochonilhas, ácaros, pulgões e tripes. Aqui estão algumas dicas para combatê-las:

  • Cochonilhas: Essas pragas aparecem como pequenos insetos brancos ou marrons nas folhas e caules dos cactos. Para combatê-las, você pode remover manualmente as cochonilhas com um pano úmido ou algodão embebido em álcool. Também é possível usar um inseticida recomendado para cochonilhas.
  • Ácaros: Ácaros são pequenos aracnídeos que se alimentam da seiva das plantas, deixando manchas ou teias nas folhas. Para combater os ácaros, você pode lavar as plantas com água ou usar um óleo de neem, que é eficaz contra essas pragas.
  • Pulgões: Os pulgões são pequenos insetos que sugam a seiva das plantas, enfraquecendo-as. Para combatê-los, você pode remover os pulgões manualmente, usar um jato de água para lavar as plantas infestadas ou aplicar um inseticida específico para pulgões.
  • Thripes: Thripes são insetos pequenos e alongados que se alimentam da seiva das plantas, causando danos nas folhas. Para combatê-los, é importante manter a planta bem cuidada e saudável, remover as partes atacadas e aplicar um inseticida recomendado para thripes.

Além disso, ao estudar como cuidar de cactos, é importante mantê-los em condições ideais de crescimento, como solo bem drenado, regas adequadas e boa iluminação, para ajudar a prevenir infestações por pragas. Observar regularmente as plantas e agir rapidamente ao identificar qualquer problema também é essencial para manter os cactos saudáveis.

Quais são as espécies de cactus mais fáceis de ter em casa?

Algumas espécies de cactos que são conhecidas por serem fáceis de cuidar em casa e, logo após aprender como cuidar de cactos, vamos escolher alguma delas?

  • Cacto-Elefante (Gymnocalycium mihanovichii): Este cacto é bastante resistente e requer pouca manutenção.

  • Cacto de Bolinhas (Mammillaria vetula subsp. gracilis): Também conhecido como “Cacto Espinhoso”, é uma planta pequena e de crescimento lento que é fácil de cuidar.

  • Cacto da Lua (Opuntia microdasys): Este cacto tem pequenas almofadas ovais e espinhos macios, sendo ideal para iniciantes.

  • Cacto Barril (Echinocactus grusonii): Conhecido por sua forma redonda e espinhos dourados, este cacto é resistente e requer pouca água.

Estas são apenas algumas sugestões, mas existem várias outras espécies de cactos que também são fáceis de cuidar e podem ser ótimas opções para ter em casa. Lembre-se de fornecer a quantidade adequada de luz solar, rega e solo bem drenado para garantir o sucesso no cultivo dessas plantas. Ou seja, planta bonita exige aprender á como cuidar de cactos corretamente.

Demora muito tempo para florir um cacto? 

Acredito que uma das perguntas que os amantes de plantas mais fazem é sobre a floração. Então, para aprender á como cuidar de cactos, não poderíamos deixar de falar sobre o assunto.

O tempo que um cacto leva para florescer pode variar de acordo com a espécie e as condições de cultivo. Alguns cactos podem demorar de 2 a 5 anos para florescer, enquanto outros podem levar até 10 anos ou mais. Geralmente, os cactos florescem na primavera ou no verão, quando recebem a quantidade certa de luz solar, água e nutrientes.

Para estimular a floração de um cacto, é importante fornecer as condições ideais de cultivo, como uma boa exposição à luz solar, rega adequada, solo bem drenado e fertilizantes específicos para cactos. Além disso, é importante garantir que o cacto esteja saudável e não sofra com pragas ou doenças.

Lembre-se de que a paciência é fundamental ao aprender á como cuidar de cactos, pois o tempo de floração pode ser prolongado. Continue cuidando da planta adequadamente e espere com paciência até que ela floresça. Se necessário, consulte um especialista em jardinagem para obter orientações específicas sobre como cuidar do seu cacto e estimular a floração.

Enfim, se você chegou até aqui na nossa jornada de aprendizado sobre como cuidar de cactos, esse foi seu item favorito com toda certeza.

Um cacto fica bom na decoração de casa?

E para terminar nossa jornada no aprendizado de como cuidar de cactos, que tal falarmos sobre decoração?

Sim, os cactos são excelentes plantas para decorar a casa. Suas formas únicas e variadas, assim como suas cores vibrantes e texturas diferentes, podem adicionar um toque de personalidade e beleza a qualquer ambiente.

Além disso, os cactos são plantas de baixa manutenção que requerem pouca água e cuidados, o que os torna ideais para pessoas que não têm muito tempo para se dedicar à jardinagem.

Lembre-se apenas de colocar o cacto em um local bem iluminado, preferencialmente perto de uma janela, e regá-lo moderadamente, conforme suas necessidades específicas.

Portanto, se você gostou desse conteúdo sobre como cuidar de cactos, compartilhe com seu grupos, amigos e amigas amantes das polantinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento.